ALIMENTOS FUNDAMENTAIS PARA UMA BOA GESTAÇÃO

ALIMENTOS FUNDAMENTAIS PARA UMA BOA GESTAÇÃO

Você está grávida?

Prepare-se, pois agora, além de você, vem à responsabilidade de cuidar mais de sua saúde.

Estar grávida não quer dizer comer por dois, mas garantir nutrientes em dobro.

Para lhe ajudar a curtir o máximo possível essa fase maravilhosa que é estar grávida, a equipe Tutticare separou algumas dicas de alimentos fundamentais para uma boa gestação. Confira!

Faz-se importante comer de 3 em 3 horas e fazer seis refeições por dia: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. Evite pular refeições, se estiver no trabalho, faça uma pausa para se alimentar.

A alimentação adequada na gestação começa com suplementação de ácido fólico* e consumo de alimentos ricos em ferro encontrados em: carnes, ovos, fígados, verduras escuras e feijão, e para melhor absorção no organismo consuma na mesma refeição alimentos ricos em vitamina C, como: frutas cítricas e tomate. Evite alimentos, como: leite e seus derivados que diminuem a absorção.

*O ácido fólico é uma vitamina do complexo B9, que está presente em vários alimentos e as melhores fontes naturais se encontram no fígado, feijões roxos, feijões manteiga (fava), vegetais folhosos verdes escuros (espinafre, brócolis e aspargo), batatas, pães integrais e carne magra. O uso do ácido fólico antes e no primeiro trimestre da gestação é de grande importância, ajuda a prevenir doenças de malformações fetais graves cardíacas, faciais e defeitos de fechamento do tubo neural do bebê. Essas malformações se desenvolvem precocemente durante o crescimento do feto, por isso, a importância do ácido fólico.

Durante toda a gestação deve-se consumir alimentos ricos em nutrientes, como:

  • Frutas;
  • Hortaliças;
  • Leites e derivados;
  • Cereais integrais;
  • Carnes magras;
  • Frango;
  • Leveduras;
  • Peixes (fontes de vitamina C);
  • Cálcio;
  • Carboidratos*;
  • Proteínas*.

*Carboidratos (importantes para a formação do bebê): Dê preferência para os carboidratos complexos, como: amido, grãos (arroz), pães, bolachas, torradas, massas, polentas, farofas, etc.

*Proteínas (importantes para o desenvolvimento do bebê): Encontradas em: iogurtes, queijos, leites, ovos, aves, peixes, lentilhas, feijões, ervilhas, etc.

As carnes e peixes devem ser bem assados, ensopados, grelhados ou cozidos, evitando a fritura e gorduras. Prepare e cozinhe os alimentos de forma simples e lave muito bem os alimentos crus.

Alguns alimentos que devem ser consumidos com moderação ou evitados na gestação:

  • Doces e bolos;
  • Bebidas com gás e sumos artificiais;
  • Café e bebidas energéticas;
  • Carnes e peixes crus;
  • Mariscos;
  • Chás;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Ovos crus e embutidos;
  • Queijos e leites que não são pasteurizados.

Reduzir o consumo de sal e condimentos é importante.

Deve-se evitar comer fora de casa alimentos crus que não sejam frescos ou preparados por você.

A gestante deve ter um acompanhamento nutricional no pré-natal, desde o primeiro trimestre da gravidez, para avaliar possíveis inadequações alimentares, assim como, realização da educação alimentar e nutricional, evitando a falta do consumo de nutrientes essenciais.

Observações:

  • Não se esqueça de tomar muita água (2 litros por dia);
  • Tome de 15-20 minutos de sol por dia (entre 09:00 e 10:00 horas), com proteção solar apenas no rosto e pescoço (vitamina D);
  • A falta de vitaminas pode causar desejos alimentares.

Fonte imagem: sobreelas.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os campos marcados com * são obrigatórios.