COMO LIDAR COM O CIÚMES DO IRMÃOZINHO

COMO LIDAR COM O CIÚMES DO IRMÃOZINHO

Aquele momento que a criança passa de caçula para irmão mais velho, começa os ciúmes, apegos, manhas e afins, como amenizar o inevitável?

A Tutticare separou algumas dicas para você saber lidar com essa fase.

  • Peça ajuda à criança, para comprar as roupinhas do bebê, fraldas, dar banho, fale e mostre que a criança é importante para você.
  • Elogie os bons comportamentos, elogie quando a criança for carinhosa com a mãe e com o bebê, quando brincar, entre outros.
  • Conte com a ajuda (pai, avô, avó), enquanto você segura o bebê, o pai segura o mais velho, mas revezem, para a criança ver que você também tem tempo para ela.
  • Tire um tempo para a criança, tenha um tempo só com ela, saia para passear, comprar roupas, coisas que ela precisa.
  • Se esforce para continuar dando a mesma atenção de antes para a criança, sempre que puder de atenção para a criança.
  • Mostre que ele é importante para o bebê, é interessante que a criança saiba que é uma referência para o bebê.
  • Tente ter guardado uns presentinhos embrulhados, para sempre que o bebê ganhar, o maior também ganhar.
  • Avisar antes as visitas, para primeiro dar atenção ao mais velho, depois para o bebê, já que o mais velho entende e o bebe não.

 

Dica da especialista:

“ Essa situação é muito frequente. Quando nasce um bebê é natural que a mãe se apaixone por ele, é bioquímico até, tem a ver com a liberação de oxitocina, o hormônio do bem-estar. Claro, a criança percebe isso e às vezes reage. Valorize o mais velho, mostre que ele é seu real companheiro de diversão, de brincadeiras, de sair junto para um lanche. Afinal, o bebê ainda só dorme, mama e chora, não é companhia mesmo. Assim, quando seu filho ficar longe de você, ele estará seguro e não sentirá medo de perder sua companhia para o irmão menor. Só evite presentear para compensar uma falta de atenção. Ele precisa notar que o melhor presente que ganhou é o próprio irmão, que será o seu amigo de brincadeiras no futuro. ”

 

Ceres de Araújo, psicóloga clínica, especializada em psicologia do desenvolvimento humano e professora da PUC (SP)

Fonte da imagem: www.tuttibaby.com.br 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os campos marcados com * são obrigatórios.